A+ A-

O Governo da RAEM dá importância aos trabalhos da formação de talentos em línguas estrangeiras

  O Governo da RAEM tem dado importância aos trabalhos da formação de quadros qualificados em línguas estrangeiras. No âmbito do ensino superior, para apoiar o desenvolvimento sustentável da sociedade de Macau, prepara bem a reserva de talentos para a criação de “Um Centro” (centro mundial de turismo e lazer) e “Uma Plataforma” (plataforma de serviços para a cooperação económica e comercial entre a China e os Países de língua Portuguesa), as diversas instituições de ensino superior de Macau aproveitam as suas vantagens, formando quadros profissionais em diversas línguas, incluindo as línguas portuguesa, inglesa, japonesa e espanhola, bem como a tradução chinês-português e chinês-inglês. No ano lectivo de 2017/2018, foram 1.766 os estudantes inscritos nos relativos cursos, o que mostra a formação activa do ensino superior de Macau dos quadros qualificados em línguas estrangeiras e em tradução.

  Além disso, os trabalhos da formação de talentos do Governo da RAEM aproximam a orientação do desenvolvimento do País e o posicionamento de desenvolvimento de Macau, não apenas foi actualizado o “Grupo de Trabalho sobre Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa” para a “Aliança para Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa”, o que promove a elaboração de propostas mais científicas e sistemáticas da formação de quadros qualificados, mas também continua a apoiar o desenvolvimento profissional de docentes e investigadores e a incentivar os cidadãos a frequentar vários tipos de cursos de línguas, através das medidas como “Financiamentos Especiais para Formação de Quadros Qualificados Bilingues em Chinês e Português e para a Cooperação do Ensino e da Investigação das Instituições do Ensino Superior de Macau” e do “Plano de Apoio de Pagamento dos Juros de Crédito para a Formação Linguística de Graduados do Ensino Superior”.

  No futuro, o Governo da RAEM vai, como sempre, encorajar as instituições de ensino superior a optimizar as suas condições de ensino, promovendo continuamente o desenvolvimento da educação de línguas estrangeiras e tradução em Macau.