A+ A-

Inaugurou-se a 1.a Edição do Fórum dos Reitores das Instituições do Ensino Superior da China e dos Países de Língua Portuguesa

  Realizou-se hoje (dia 26), na Universidade de Macau, a cerimónia de inauguração da 1.a edição do Fórum dos Reitores das Instituições do Ensino Superior da China e dos Países de Língua Portuguesa, subordinado ao tema Ensino Superior sob a Iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e organizada em conjunto pelo Gabinete de Apoio ao Ensino Superior, pela Universidade de Macau e pela Universidade de São José. O Fórum congrega representantes de mais de 70 estabelecimentos de ensino superior do interior da China, de Hong Kong, de Macau e dos países de língua portuguesa, que vão debater as perspectivas e as oportunidades de desenvolvimento do ensino superior, no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”.

  A cerimónia foi presidida pelas seguintes individualidades: o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, o Subdirector do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na Região Administrativa Especial de Macau, Xue Xiaofeng, o Comissário-Adjunto do Ministério dos Negócios Estrangeiros da República Popular da China na Região Administrativa Especial de Macau, Yuan Hengge, a Directora do Gabinete para os Assuntos de Hong Kong, Macau e Taiwan do Ministério da Educação da República Popular da China, Liu Jin, o Chefe da Secção da Educação, Ciência e Tecnologia da Comissão Estatal dos Assuntos Étnicos da República Popular da China, Tian Liangang, o Bispo de Macau e Chanceler da Universidade de São José, Stephen Lee, o Presidente da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, Orlando da Mata, o Presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, Pedro Miguel de Jesus Calado Dominguinhos, O representante do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, Rui Vieira de Castro, o Coordenador do Gabinete de Apoio ao Ensino Superior, Sou Chio Fai, o Reitor da Universidade de Macau, Yonghua Song, o Reitor da Universidade de São José, Peter Stilwell e o representante da delegação da Província de Jiangsu, Yao Guanxin.

  No seu discurso, o Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura salientou que, no corrente ano, o Governo da RAEM e cinco estabelecimentos de ensino superior de Macau formaram, em conjunto, a Aliança para Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa, tendo enaltecido a cooperação existente entre as instituições, que permitirá agilizar o trabalho de transformação de Macau no centro de formação daqueles quadros bilingues, projecto que aliás recebeu o apoio do Primeiro Ministro, Li Keqiang. O governante mostrou ainda que, com o novo dinamismo trazido pela iniciativa de “Uma Faixa, Uma Rota” e pelo “Planeamento do Desenvolvimento da Grande Baía”, Macau irá optimizar o seu papel da ponte de ligação entre a China e os Países de Língua Portuguesa, de modo a promover a respectiva cooperação e desenvolvimento do ensino superior, nomeadamente no que diz respeito ao multiculturalismo, à investigação científica, à inovação e à mobilidade do pessoal.

  Liu Jin expressou que, nos últimos anos, registou-se um grande salto no que diz respeito às relações entre a China e os países de língua portuguesa, com notáveis êxitos no que toca ao intercâmbio e cooperação educacionais. O futuro apresenta ainda mais oportunidades nesta matéria, pelo que demonstrou, em primeiro lugar, a esperança de que os presentes dirigentes de instituições de ensino superior da China e dos países de língua portuguesa possam, a partir deste Fórum, aproveitar Macau como uma plataforma para formar mais quadros bilingues de chinês e português de alto nível, a fim de fomentar a cooperação comercial, o intercâmbio cultural e mútua confiança política entre estes países. Além disso, disse esperar que as diversas partes possam, tendo em conta as respectivas necessidades e vantagens para o desenvolvimento, juntar a sua sabedoria e encontrar consensos através da troca de ideias, deste modo promovendo a cooperação nas áreas da formação de talentos, do intercâmbio de pessoal docente e de investigação, fomentando a colaboração a nível universitário em projectos chave, e contribuindo para a construção de “Uma Faixa, Uma Rota”.

  O Reitor da Universidade de Macau, Yonghua Song, por sua parte, adiantou que, a construção colectiva da “Uma Faixa, Uma Rota” é uma importante decisão estratégica do país. Aproveitando a sua vantagem única, Macau, através da participação e apoio para esta iniciativa, pode contribuir para acelerar a concretização da estratégia de desenvolvimento nacional. Além disso, o responsável disse desejar aproveitar o Fórum para trocar ideias com os dirigentes presentes sobre vários temas respeitantes à cooperação do ensino superior entre a China e os países de língua portuguesa, no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”. Afirmou ainda que a UM irá continuar a trabalhar para aprofundar a cooperação com as instituições de ensino superior dos países de língua portuguesa, da Região da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e do interior da China. Expressou, igualmente, a convicção de que a UM será um centro de inovação científica e tecnológica e um centro de formação de talentos na costa oeste da Rio das Pérolas, contribuindo para a região, para o mundo e para toda a humanidade.

  Peter Stilwell explicou as cinco razões para a realização do Fórum e reiterou o papel das universidades para iniciar conversas a diversos níveis entre diferentes países e civilizações. Mostrou a esperança de se chegar ao consenso neste Fórum, para abrir caminho para novos modelos de cooperação do ensino superior.

  Realizaram-se, no primeiro dia do Fórum, duas sessões subordinadas aos temas “O Papel de ‘Uma Faixa, Uma Rota’ para os Países de Língua Portuguesa” e “Desenvolvimento e Oportunidades do Ensino Superior na Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, nas quais os participantes discutiram a questão de como é que Macau pode desenvolver melhor o seu papel da ponte de ligação entre a China e os países de língua portuguesa e promover a cooperação e desenvolvimento do ensino superior dos respectivos países, no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” e do “Planeamento do Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”.

  Além disso, foi igualmente organizada, pelo Departamento da Educação da Província de Jiangsu, uma “Reunião Conjunta sobre a Cooperação entre a Província de Jiangsu, as Universidades de Macau e dos Países de Língua Portuguesa”, reforçando assim a sinergia e cooperação entre as diversas partes envolvidas.

  Amanhã, dia 27, na parte da manhã, terão lugar, na Universidade de São José, as sessões alusivas aos temas “Empresas Inovadoras e Inclusão Cultural” e “Harmonia sem Uniformidade – Diálogo Cultural e Resolução de Conflitos”. À tarde, decorrerão a Cimeira de Reitores e a cerimónia de adesão à Declaração de Macau sobre a Cooperação no Ensino Superior. Os participantes terão ainda oportunidades para visitar Hengqin e Shenzhen, de modo a conhecer melhor o desenvolvimento da Grande Baía.

2018-10-29-01

Inauguração da 1.ª Edição do Fórum dos Reitores das Instituições do Ensino Superior da China e dos Países de Língua Portuguesa

2018-10-29-02

Alexis Tam

2018-10-29-03

Liu Jin

2018-10-29-04

Yonghua Song

2018-10-29-05

Peter Stilwell

2018-10-29-06

Foto de grupo