A+ A-

Criação da Aliança reforça a formação de quadros qualificados bilingues em chinês e português

  O Gabinete de Apoio ao Ensino Superior realizou recentemente a cerimónia da assinatura do protocolo da “Aliança para Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa”, junto com a Universidade de Macau, a Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, a Universidade da Cidade de Macau e a Universidade de São José, com o objectivo de reforçar os trabalhos de formação de quadros qualificados bilingues em chinês e português, transformando Macau numa “Base de Formação de Quadros Qualificados Bilingues em chinês e português”.

  Com o apoio do GAES, já foi criado em 2014 o “Grupo de Trabalho sobre Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa”, pelas seis instituições do ensino superior de Macau, tendo havido troca periódica de opiniões e experiências sobre a formação de quadros qualificados. Para reforçar a cooperação e promover a melhor integração de recursos, o Grupo de Trabalho foi actualizado para uma Aliança, a fim de expandir a profundidade e amplitude da cooperação entre as instituições. Assim, Sou Chio Fai, Coordenador do Gabinete de Apoio ao Ensino Superior, Ming-shuan Ni, vice-reitor (assuntos académicos) da Universidade de Macau, Lei Heong Iok, presidente do Instituto Politécnico de Macau, Liu Liang, reitor da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, Shu Guang Zhang, reitor da Universidade da Cidade de Macau e Peter Stilwell, reitor da Universidade de São José, estiveram presentes na cerimónia da assinatura do protocolo.

  De acordo com o conteúdo do protocolo de cooperação, a Aliança vai promover a cooperação em diversos aspectos, incluindo formação de docentes das línguas chinesa e portuguesa, cursos de formação de docentes para o ensino de chinês como língua estrangeira, pesquisa e investigação no ensino de língua portuguesa, formação de quadros qualificados bilingues em chinês e português no sector do turismo, cursos fornecidos em conjunto pelas instituições do ensino superior, bem como projectos e acordos de cooperação específicos, apresentados pelos membros da Aliança. A assinatura deste protocolo torna-se um novo marco miliário dos trabalhos das instituições na formação de quadros qualificados bilingues em chinês e português, que favorece a integração das forças das instituições e a complementaridade de vantagens, desempenhando ainda mais o papel de Macau como Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e a estratégia de desenvolvimento de Macau como um “Um Centro, Uma Plataforma”, fornecendo quadros qualificados necessários para apoiar a iniciativa «Uma Faixa, Uma Rota» e no planeamento do desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

  A cerimónia da assinatura contou ainda com os testemunhos de Vong Chuk Kwan, presidente do Instituto de Formação Turística, Hoi Sio Iong, director da Escola Superior das Forças de Segurança de Macau, Xing Zhi Hong, subdirectora do Instituto de Enfermagem de Kiang Wu de Macau, Cheng Hin Wan, director substituto do Instituto de Gestão de Macau, Kai Cheong Fok, presidente do Instituto Milénio de Macau e os Coordenadores-Adjuntos do GAES, Sílvia Ribeiro Osório Ho e Chang Kun Hong.

2018-03-13
Fotografia: Cerimónia da assinatura do protocolo da “Aliança para Formação de Quadros Bilingues Qualificados nas Línguas Chinesa e Portuguesa”